sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Goodbye, my hopeless dream.

R.
 Há muitos dias eu tive essa vontade meio absurda de lhe escrever. Não tenho mais tempo para me perder em pensamentos, ou mesmo para lhe dedicar algumas de minhas lágrimas e silêncio. Por isso lhe escrevo. Numa tentativa meio perdida de me mostrar totalmente e te sentir um pouquinho mais perto de meus braços. Abraços. Pois não quero ir atrás de você, não quero lhe ver ou sentir o seu cheiro. Não agora. Não nunca.
 Eu sinto que lhe entreguei o meu pedaço bom e agora você se perdeu com ele. E eu olho pra minhas mãos e as sinto quentes, como se você as carregasse consigo. Entre seus dedos. Elas queimam e meu coração arde. Arde não de dor, mas de saudade. Saudade que sinto e que não reclamo por sentir, pois é apenas mais uma das partes que eu tenho de você. As que estão comigo e as que lhe dei. Assim, como se eu não pudesse ficar vazia ou mesmo sozinha. Sem mim, na maioria do tempo.
 Então vai ser assim, kiindumus*. Você ai e eu aqui, bem longe de você. Por mais que eu lhe queira, por mais que eu ainda me lembre de cada minuto ao seu lado. É mais fácil e menos dolorido. Então, mais uma vez, vai ser assim. Eu lhe perdôo. Por tudo. Perdôo-lhe por ter entrado na minha vida. Perdôo-lhe por ter me feito sorrir e até mesmo a dar gargalhadas. Perdôo-lhe por ter me abraçado e por ter me feito promessas que nunca chegou a cumprir. Perdôo-lhe por ter me mostrado quem você era, de todas as formas e por ter sido tão sincero quando dizia que precisava de mim.
 Eu não devia, mas eu lhe perdôo por ter me feito lhe amar, tão desesperadamente e desaparecido, com mais uma promessa não cumprida. Arrependo-me por – ainda – precisar tanto de você, mas é a única maneira que eu encontrei para continuar aqui. Não quero que você volte. Já me acostumei com o vazio. Ser preenchida seria, muito, demais pra mim.

Não caibo mais oma südames**.

T.

Should I known you'd bring me heartache?
Almost Lover - A fine frenzy

 * carinho.
** em seu coração. 

Para o projeto Bloínquês.

 

7 comentários:

Raíla Guimarães disse...

Ahhhh, perfeito <3
Você escreve muuito Emily :S
Beijo.

RaílaG.
http://railag.blogspot.com/

Elania disse...

Perfeito *--*

Filipe disse...

acho q eu to confuso

Priscila Nascimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Priscila Nascimento disse...

nooossa, quase chorei aqui!
mt, mt perfeito " ...meu coração arde. Arde não de dor, mas de saudade. " parece amg "/
enfim, ficou demais, parabéns!
http://mudandopordentro.blogspot.com/

Caroline Rodrigues disse...

Que lindo seu texto,tanto quanto seu blog!
Adorei!
Beejo'

Ana disse...

adorei seu texto, ficou mto lindo e eu adoro A fine frenzy
perfeito

beijosss
http://pensamentosdapoetisa.blogspot.com